Mercado Financeiro em 28/12/2016

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Reddit 0 StumbleUpon 0 Pin It Share 0 LinkedIn 1 Email -- Buffer 0 1 Flares ×

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

Praças menores como Coréia, Hong Kong e Austrália fecharam com ganhos.

China -0,40% e Japão -0,01%.

Em reunião emergencial no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer teria manifestado a intenção de vetar o projeto de socorro aos Estados em situação crítica.

O projeto só seria sancionado se fossem restabelecidas as contrapartidas exigidas anteriormente aos Estados, que foram excluídas pela Câmara. Estavam presentes no encontro o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; do Planejamento, Dyogo Oliveira; e da Casa Civil, Eliseu Padilha.

No total de 26 Estados (apenas o Amapá não informou suas estimativas), o rombo acumulado chega a R$ 32,5 bilhões.

A agenda do dia é fraca e tem como destaque apenas a divulgação do fluxo cambial semanal pelo Banco Central. No exterior, as atenções estarão voltadas para os dados sobre vendas pendentes de imóveis nos Estados Unidos.

O minério de ferro subiu 1,1%, fechando cotado a US$ 79,8 a tonelada na China.

O cobre opera em baixa de 0,64%, a US$ 2,4995 por libra-peso, na Comex.

O Petróleo WTI avança 0,32%, a US$ 54,07 por barril, na Nymex, enquanto o Brent sobe 0,28%, a US$ 56,99 por barril, na ICE.

Futuros norte-americanos operam em alta marginal.

O Ibovespa tocou a média móvel exponencial de 21 períodos no pregão de ontem e sentiu a região como barreira.

O caminho mais natural seria o retorno da força vendedora, com teste decisivo de 58.100 nos próximos dias.

Fonte: Infomoney – Wagner Caetano, Diretor Top Traders

error: Content is protected!!
%d blogueiros gostam disto: